terça-feira, 8 de abril de 2008

A ELITE PORTUGUESA

video

Actualmente na Polícia de Segurança Publica, existem várias unidades especiais, tais como:

Grupo de Operações Especiais

O Grupo de Operações Especiais é uma unidade de reserva da PSP, na directa dependência do director nacional, destinada, fundamentalmente, a combater situações de violência declarada, cuja resolução ultrapasse os meios normais de actuação. O Grupo de Operações Especiais pode ainda colaborar com outras forças Policiais na manutenção da ordem, na acção contra outras actividades criminais, na protecção de instalações e na segurança de altas entidades.

Corpo de Segurança Pessoal

O Corpo de Segurança Pessoal, na directa dependência do director nacional, é uma unidade especialmente preparada e vocacionada para a segurança pessoal no âmbito das atribuições da PSP.

Corpo de Intervenção

O Corpo de Intervenção é uma unidade de reserva da PSP, na directa dependência do director nacional, especialmente preparada e destinada a ser utilizada em:
a) Acções de manutenção e reposição de ordem pública;
b) Combate a situações de violência concertada;
c) Colaboração com outras forças Policiais na manutenção da ordem, na acção contra a criminalidade violenta e organizada, na protecção de instalações importantes e na segurança de altas entidades;
d) Colaboração com os comandos no patrulhamento, em condições a definir por despacho do director nacional.

Centro de Inactivação de Explosivos e Segurança em Subsolo – CIEXSS

No âmbito das competências da PSP, as equipas de pesquisa em subsolo, abreviadamente designadas por EPS, têm por missão:
a)Promover acções de reconhecimento e de levantamento topográfico das redes subterrâneas públicas;
b)Vigiar e inspeccionar as redes subterrâneas públicas;Colaborar com as entidades responsáveis pela gestão das redes subterrâneas públicas na conservação e funcionamento das mesmas.

Nenhum comentário: