sábado, 10 de maio de 2008

Super Mulher

Jovem de 17 anos não terá aceitado chamada de atenção do agente da PSP.
Uma jovem de 17 anos foi ontem detida após agressões e insultos a um agente da Divisão de Trânsito da PSP do Porto. O incidente ocorreu cerca das 15.00, na zona da Praça do Marquês, e, ao que o DN pôde apurar, os desacatos terão resultado de uma chamada de atenção do polícia em causa, devido a uma infracção de trânsito protagonizada pela pessoa que acompanhava a jovem - que disse estar grávida.Segundo testemunhos recolhidos no local, após uma advertência do agente sobre uma infracção cometida pelo acompanhante da jovem, esta ter-se-á "atirado ao polícia", contou a funcionária de um quiosque próximo. "A senhora pôs-se a barafustar, parece que até proferiu alguns insultos", contou ainda outro comerciante que já só viu a confusão que sucedeu à discussão. Conta quem assistiu ao incidente que o polícia terá acabado por dizer à mulher que se não se acalmasse ia ter de levá-la para a esquadra. "Parece que ela disparou por completo e agrediu-o com as mãos e a cabeça, mas ele não ficou magoado", disse ainda o mesmo comerciante. A confusão instalou-se de imediato e "houve um aparato muito grande, porque entretanto chegaram os carros patrulha para tomar conta da ocorrência", descreveu ainda Marina Lopes ao DN, contando que também foi chamada uma ambulância do 112 "porque a dita senhora alegou que não se sentia bem e que estava grávida, mas se estivesse devia ser uma gravidez muito recente porque não se notava nada". O DN tentou obter mais esclarecimentos junto do gabinete de relações públicas do Comando Metropolitano da PSP do Porto, mas até à hora de fecho da edição ainda não estavam reunidos todos os elementos, não podendo ser fornecidos mais pormenores sobre o que aconteceu. Apenas foi possível confirmar que "a cidadã foi detida por agressões e injúrias a um agente da autoridade", informou fonte daquela polícia. A alegada agressora foi identificada e deverá ser presente, na próxima segunda-feira, ao juiz do Tribunal de Pequena Instância Criminal do Porto, na rua João das Regras.
Diário de Notícias

Nenhum comentário: