quarta-feira, 2 de julho de 2008

Dois juízes agredidos por irmãos condenados por tráfico de droga

Irmã de arguidos detida após atirar cadeiras e injuriar magistrados Dois juízes do Tribunal Judicial de Santa Maria da Feira sofreram ontem à tarde ferimentos ligeiros causados por agressões de um arguido no final da leitura da sentença de um processo por crimes de tráfico agravado de droga.Os magistrados judiciais foram assistidos no local por socorristas dos Bombeiros de Santa Maria da Feira, nas instalações dos quais estava a decorrer a audiência, como tem acontecido desde o encerramento do Palácio de Justiça local.A confusão instalou-se após a leitura do acórdão cerca das 17.00. Dois arguidos, irmãos, que tinham sido condenados a oito anos e seis meses e nove anos de prisão efectiva, as penas mais elevadas entre os 18 acusados, levantaram-se das cadeiras e galgaram a mesa que os dividia dos juízes gritando ameaças de morte.Antes de ser dominado pelas forças policiais, um dos indivíduos conseguiu ainda consumar agressões ao juiz presidente e a uma juíza causando-lhes, respectivamente, um hematoma na cabeça e feridas na cara e pescoço. Elementos que estavam na assistência, entre os quais familiares dos arguidos, acabaram também por se envolver nos tumultos, fazendo voar cadeiras pela sala enquanto injuriavam magistrados e agentes de autoridade. Guardas prisionais, militares da GNR à paisana e agentes da PSP, totalizando quase duas dezenas de efectivos, restabeleceram a ordem em dez minutos.Uma irmã dos arguidos que esteve envolvido nas agressões aos magistrados, de 32 anos, foi detida e outros intervenientes identificados.O processo por tráfico de droga culminou ontem com a aplicação de penas de cadeia entre 2 a 9 anos, tendo sido suspensas relativamente aos cinco arguidos condenados até três anos.Os cabecilhas, que estavam já em prisão preventiva, são residentes em Santa Maria da Feira.
Fonte: DN online

Nenhum comentário: