domingo, 27 de julho de 2008

Grupo espancou polícias e roubou-lhes "shotgun"

Patrulha investigava ameaças a casais de namorados em Torres Novas e Entroncamento

Dois agentes da PSP do Entroncamento foram ameaçados e agredidos, sábado de madrugada, por seis indivíduos que lhes roubaram uma espingarda de serviço ("shotgun"). Os suspeitos continuam a monte e por identificar. Segundo apurou o JN, os suspeitos que protagonizaram o roubo terão sido referenciados inicialmente em Torres Novas por um casal de jovens namorados, já passava da meia-noite, num local pouco movimentado. O casal estava dentro do seu automóvel, quando se apercebeu da presença dos suspeitos, que se deslocavam num Fiat Tempra, cinzento. Amedrontado, por temer ser assaltado, o casal abandonou o local e dirigiu-se à PSP de Torres Novas, onde reportou o sucedido. Segundo contou ao JN fonte policial, os jovens descreveram a viatura e os suspeitos. Preventivamente, já depois da 1.30 horas, a PSP difundiu um alerta na região para a presença dos indivíduos em espaços frequentados por casais de namorados. Por volta das três horas, um telefonema para a esquadra da PSP do Entroncamento (a pouco mais de meia dúzia de quilómetros de Torres Novas) alerta para a presença da viatura e dos indivíduos referenciados, junto ao cemitério. Tratava-se, também, de uma zona frequentada por casais de namorados, no centro da cidade e próximo da via de acesso à Golegã. Os dois agentes da PSP enviados ao local levavam uma "shotgun", para além das suas pistolas de serviço. A espingarda era empunhada por um deles logo à saída da viatura, quando se dirigiram a dois dos suspeitos. Foi só quando os polícias interpelaram os dois homens que outros quatro indivíduos surgiram, cercando os agentes e ameaçando-os com uma caçadeira de canos sobrepostos serrados e uma pistola. Mais armados e em vantagem numérica dominaram os agentes, agredindo-os e roubando-lhes a "shotgun", explicou a fonte, adiantando que os agentes precisaram de receber tratamento hospitalar. Os polícias, de 35 e 40 anos, contam com mais de uma dezena de anos na instituição. Agora serão sujeitos a um processo de averiguações interno da PSP. Os suspeitos fugiram e, à hora do fecho desta edição, continuavam a monte, apesar de ter sido montada uma vasta operação policial em toda a zona.
Fonte: JN

Nenhum comentário: