quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Polícias pagam o dobro se comprarem fardas à direcção nacional


Polícias pagam o dobro se comprarem fardas à direcção nacional


Os agentes da PSP gastam cerca de 200 euros na compra das fardas. Se a roupa for comprada em lojas civis, os agentes gastam cerca de 100 euros, ou seja, metade do preço das fardas quando compradas na Direcção Nacional da PSP.
“Tenho falado com vários elementos que nos dizem que a redução dos preços atinge o dobro”, disse António Ramos, presidente do Sindicato dos Profissionais de Polícia, na edição em papel do Correio da Manhã
.
Na maior parte dos casos, os agentes acabam por gastar mais dinheiro do que está previsto na compra das fardas uma vez que “um polícia tem de ter, no mínimo, duas peças de cada e muda consoante a estação”, sublinhou Paulo Rodrigues, da Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP).
A diferença nos preços é significativa, por exemplo, numa loja civil, um blusão custa 37,50 euros, enquanto que se for comprada na PSP o preço chega aos 111,40 euros. Por isso, António Ramos disse ao Correio da Manhã
que “há colegas que fazem grandes deslocações para comprar nas lojas e mesmo assim dizem que fica mais lucrativo”.
Nesse sentido, há vários sindicatos da polícia a firmar protocolos com estas lojas para facilitar a compra de artigos mais baratos, certificados e de qualidade aos agentes.

Fonte: iOnline

Nenhum comentário: